Livros do Cremesp


GUIA DA RELAÇÃO MÉDICO-PACIENTE - 2001

Principais queixas

De acordo com o mesmo levantamento anterior realizado pelo Cremesp, as principais queixas dentro dos dez assuntos que mais receberam denúncias são as seguintes:

Negligência, imperícia e imprudência
-         Cirurgia com óbito (choque anafilático, parada cardiorrespiratória, falta de equipamentos adequados, possível imperícia/imprudência dos profissionais)
-         Má assistência (omissão em pós operatório, desrespeito, omissão de informações,  consultas rápidas e sem resultados satisfatórios)
-         Erro diagnóstico
-         Esquecimento de corpo estranho em cirurgias
-         Exames  (falta de pedido do exame para formar-se o diagnóstico preciso, radiografias, internação e intervenção cirúrgica sem os devidos exames pré-operatórios, possível imperícia na realização dos exames, principalmente ginecológicos, endoscopia e mamografia)

 Atendimento Médico
-         Má conduta (desrespeito com colegas, pacientes ou familiares, assédio sexual, não elaboração de relatório médico quando solicitado, vínculos com farmácia, ótica ou laboratórios e cobrança de pacientes do SUS)
-         Discriminação (racial, social, religiosa ou por orientação sexual)
-         Atraso em consulta (médico atrasa demasiadamente para consulta e, ao paciente reclamar, o agride verbalmente; paciente que se atrasa e ao chegar o médico recusa-se em atendê-lo)
-         Omissão de socorro (deixar de atender por estar em horário de repouso ou terminando o plantão; negação de atendimento, por parte do hospital, pelo fato do paciente residir ou ter sido encaminhado por serviço de outra cidade; negação de atendimento por parte do convênio; falta de comunicação sobre transferência de paciente, discriminação)
-         Condições de trabalho (instalações precárias, falta de medicação, equipamentos, higiene, falta de plantonistas no hospital)

Conduta Ético-profissional
-         Comportamento inadequado (desrespeito à hierarquia nos serviços, abuso de poder)
-         Desrespeito com colegas e pacientes (desavenças, agressões físicas e verbais, omissão de informações e diagnóstico)
-         Ausência em plantão (ausentar-se sem deixar outro médico em substituição, sem comunicação prévia à diretoria, faltas sem aviso prévio e justificativas)
-         Assédio (anamnese fora da praxe, não utilização de luvas para exames ginecológicos, falta de assistente na sala, atos libidinosos)
-         Acobertamento (acobertar exercício ilegal da Medicina e más práticas de outros profissionais, ocultar informações)

Relação Médico-paciente
-         Discussão  (descontrole emocional)
-         Má conduta (desrespeito com pacientes e familiares, assédio, não elaboração de relatório médico quando solicitado)
-         Agressão  (física, verbal ou moral )
-         Discriminação (racial, social, religiosa etc.)
-         Divergências (não aceitação de exames, laudos e atestados)

Perícia médica
-         Recusa de benefícios (não aceitação de afastamento do trabalho)
-         Suspensão de benefícios (alta sem examinar o paciente, alta com o paciente ainda doente ou incapacitado)
-         Mau atendimento (descaso com o paciente)
-         Discordância com o perito assistente
-         Condições de trabalho (excesso de pacientes, instalações inadequadas)

Publicidade médica
-         Sensacionalismo (propaganda enganosa, autopromoção, exibição de fotos pré e pós-operatórias – mesmo autorizadas pelo paciente)
-         Concorrência desleal (divulgação de valores de consultas, consultas grátis)
-         Vínculos (parcerias com farmácia, ótica, laboratórios e indústria farmacêutica)
-         Divulgação indevida (sem número de CRM, nome do responsável, clínica e especialidades)

Condições de funcionamento do hospital
-         Falta de medicação
-         Falta de médicos em plantões
-         Falta de higiene
-         Falta de equipamentos
-         Arbitrariedade da direção do serviço de saúde

Relação entre médicos
-         Honorários (falta de pagamento, falta de repasse, retenção de honorários)
-         Concorrência desleal (consultas grátis, oferta de brindes)
-         Hierarquia (desobediência, abuso de poder)
-         Discordância de conduta
-         Agressão (física, verbal e moral)

 Atestado médico
-         Veracidade
-         Falta de carimbo e assinatura
-         Comercialização
-         Letra ilegível
-         Exorbitância de tempo de validade do atestado

Honorários médicos
-         Retenção
-         Exorbitância (cobrança de valor elevado)
-         Dupla cobrança
-         Cobrança vil
-         Repasse de honorários

Veja outras publicações

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
CNPJ: 63.106.843/0001-97

Sede: Rua Frei Caneca, 1282
Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
(11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 8h às 20h)

HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h

CONTATOS

Regionais do Cremesp:

Conselhos de Medicina:


© 2001-2021 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 397 usuários on-line - 3876
Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior