Busca
Classificação de assuntos:

Pesquisa por palavra-chave:


Últimas Notícias
  • 21-06-2024
    Vitória da Amdesp e da Ampetra
    Senatran revoga exigência de CNPJ para médicos e psicólogos credenciados junto ao órgão
  • 21-06-2024
    Fenol
    Cremesp ingressa na Justiça Federal e pede proibição da Anvisa para venda do produto a não médicos
  • 18-06-2024
    Araraquara
    Estudantes de Medicina da Uniara lotam auditório para assistir ao Conversa com o Cremesp
  • 17-06-2024
    Atividade médica
    Representantes das Comissões de Ética participam de encontro e tiram dúvidas sobre atuação nas instituições 
  • Notícias


    15-05-2024

    Força-tarefa RS

    Cremesp apoia ação humanitária de profissionais da saúde às vítimas das enchentes

    Prestar solidariedade e atendimento integral às vítimas das enchentes do Rio Grande do Sul (RS) foi o que motivou um grupo de 39 profissionais da saúde e da Defesa Civil – entre médicos, fisioterapeutas, enfermeiros, nutricionistas, dentistas, veterinários, psicólogos e socorristas – a organizar uma força-tarefa para socorrer a população gaúcha e os animais afetados pelas enchentes.

    A iniciativa contou com o apoio logístico do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp), que recepcionou o grupo de profissionais voluntários – entre eles 18 médicos – em sua sede, nesta quarta-feira, dia 15. Distribuídos em carros e van oficiais do Conselho, eles partiram em direção à base militar da Força Aérea Brasileira (FAB), para embarcar em voo rumo ao município de Canoas-RS e, de imediato, prestar atendimento às vítimas. 

    “A ação foi um sucesso. Nós disponibilizamos toda a infraestrutura necessária para recepcionar e transportar o grupo de profissionais voluntários até a base militar da FAB”, afirmou o presidente de Cremesp,  Angelo Vattimo. “Essa expedição humanitária representa o anseio da sociedade civil, no qual o Cremesp também está inserido, no sentido de zelar pela saúde da população e de contribuir para a assistência emergencial tão necessária às vítimas da tragédia que acometeu a população do RS.”

    Tocadas pela tragédia no RS, a médica Renata Porphirio e a fisioterapeuta Alyne Almeida tiveram a ideia de promover a expedição humanitária por meio das redes sociais. “Nosso objetivo é prestar o maior número possível de atendimentos às vítimas das enchentes. Vamos dividir o pessoal em subgrupos para atender a população nos diferentes municípios que estejam precisando de nossa ajuda”, disse Almeida. A previsão inicial é de que o atendimento às pessoas e aos animais seja feito até o dia 19, mas, diante da dimensão da tragédia, é possível que esse prazo seja prorrogado.

    Depoimentos de alguns voluntários

    “Esse é um modo de a gente mostrar solidariedade e compaixão pelo próximo, e até mesmo honrar a profissão que eu escolhi, assim como todos os que estão aqui. Queremos levar um pouco de esperança e alegria para eles lá, qualquer coisa que a gente puder oferecer para melhorar a vida de uma pessoa, já cumprimos a nossa missão” Gabriela Garbuio Vendramini - médica plantonista

    “Vamos cumprir o voto que a gente fez, né. Quando a gente se forma, parte do nosso juramento é estar disponível para a população, faz parte. Minha expectativa é ser útil, o máximo possível.” Pammela Araújo Lacerda - médica

    “Isso poderia ter sido na minha cidade, na minha casa, podia estar eu e meus filhos precisando de ajuda, e foi isso que me motivou a ir lá ajudar outras pessoas. Minha expectativa é ajudar o máximo possível de vidas, seja humana, seja animal. Quem estiver precisando, eu vou estar à disposição.”  Jonathan Watson Goulart Estevam - médico

    “A gente fez realmente um juramento, e é algo da minha personalidade também. Quero ajudar o máximo possível, empregar o meu melhor, e fazer alguma diferença na vida deles é mais do que o suficiente para mim.” -  Maria Antonia Pinto de Andrade - médica

    “A própria Defesa Civil está fazendo a convocação do pessoal de resgate, para auxiliar no salvamento das famílias. Quando tem estado de calamidade, a Defesa Civil do município vitimado solicita ajuda de voluntários, ou de alguma força-tarefa de outros municípios, para que eles possam fazer esse auxílio e diminuir o impacto, tanto de vidas perdidas quanto de animais. Então a gente veio nessa missão.”  Rafael Henrique Lisboa - bombeiro socorrista

    “A gente se solidarizou por conta do sofrimento das famílias, do sofrimento dos animais que vimos na internet. Estamos indo para agregar mesmo, tentar ajudar, passar um pouquinho do nosso carinho para eles.” - Rodrigo Dantas Pestana - dentista e auxiliar veterinário

    “As pessoas estão precisando de ajuda, e a gente se mobiliza e vai, para salvar pessoas e animais. A gente tá indo lá para salvar mesmo, ajudar e dar o máximo”. Karina Rosa Izaias Pestana - médica veterinária

    “Quero poder ajudar o máximo possível de animais, pois eles estão precisando bastante. A gente sabe que não vai conseguir salvar todos, mas vamos dar o nosso melhor”. Allan Victor Lima Marques - médico veterinário

    “Minhas expectativas nessa missão são altas, acho que a gente vai conseguir ajudar muitos bichinhos.”- Heloisa de Oliveira Pavanello - estudante de Medicina Veterinária

    “Estou indo ao RS não só pela questão de ser voluntária, mas também porque sou gaúcha e me sinto muito feliz em poder ajudar o meu povo.”- Alessandra Domingues Santos de Miranda – nutricionista

    Defesa Civil atualiza dados da tragédia 

    Em função das fortes chuvas que causaram estragos em diversas cidades do Rio Grande do Sul, a Defesa Civil estadual tem atuado para atender a população afetada e garantir a segurança das pessoas. O último relatório sobre as ações de resgate nas localidades atingidas, de 15 de maio,  aponta 449 municípios afetados; 76.580 pessoas em abrigos; 538.245 desalojados; 2.131.968 de pessoas afetadas; 806 feridos; 108 desaparecidos; 149 óbitos confirmados; e 11.427 animais resgatados.

    Fotos: Osmar Bustos


     


    Este conteúdo teve 2072 acessos.


    CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
    CNPJ: 63.106.843/0001-97

    Sede: Rua Frei Caneca, 1282
    Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

    CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
    (11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 8h às 20h)

    HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
    De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h

    CONTATOS

    Regionais do Cremesp:

    Conselhos de Medicina:


    © 2001-2024 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 546 usuários on-line - 2072
    Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior

    O CREMESP utiliza cookies, armazenados apenas em caráter temporário, a fim de obter estatísticas para aprimorar a experiência do usuário. A navegação no site implica concordância com esse procedimento, em linha com a Política de Cookies do CREMESP. Saiba mais em nossa Política de Privacidade e Proteção de Dados.