Busca
Classificação de assuntos:

Pesquisa por palavra-chave:


Últimas Notícias
  • 22-08-2017
    Nota Técnica
    Cremesp aprova recomendação do uso de nome social a profissionais travestis e transexuais
  • 21-08-2017
    Exame do Cremesp
    Inscrições gratuitas para o Exame do Cremesp começam nesta terça-feira (22/8)
  • 21-08-2017
    Evento
    Centro de Bioética do Cremesp discutirá aspectos da doação e transplante de órgãos
  • 21-08-2017
    Saúde Suplementar
    El País questiona valor de reajustes dos planos de saúde
  • Notícias


    11-11-2015

    Ética

    Alunos do ensino médio de escola estadual debatem o tema no Centro de Bioética do Cremesp


    Adolescentes que cursam o ensino médio de escola estadual têm interesse em Bioética e Ética Médica. Essa foi a constatação resultante do 1° encontro entre esse público específico e o Centro de Bioética do Cremesp. Em 11 de novembro, na subsede da Vila Mariana do Conselho, alunos entre 15 e 17 anos acompanharam atentos à aula ministrada pelo coordenador do Centro, Reinaldo Ayer de Oliveira que, em linguagem simples e direta, explicou significados e origens dos temas. Logo após, houve debate que contou com participação da plateia.

    A tendência seguida hoje por vários especialistas na área – de fazer com que a Bioética se expanda além dos limites acadêmicos e teóricos – veio ao encontro do projeto da professora de Filosofia Patrícia Aparecida da Silva, da Escola Estadual Oscar Pereira Machado (região do Jardim Ângela, zona Sul da Capital) que, em outubro, solicitou a visita ao Cremesp e palestra do coordenador do Centro de Bioética, sob o argumento de que, em suas aulas, nota-se o interesse dos alunos por este campo de conhecimento.

    “O assunto faz parte do currículo oficial das escolas do Estado e os alunos sempre querem aprender mais do que é proposto pelo material utilizado”. Prova: quando o encontro foi sugerido, envolveria menos de dez estudantes. Compareceu o dobro do esperado.

     

    Ética
    Ayer explicou, de início, que a ética é um ramo da filosofia que discute basicamente valores humanos. “Ninguém nasce ético, trata-se de um processo em construção”. Trazendo a reflexão à realidade do público-alvo, o Coordenador do Centro de Bioética enfatizou que, depois da família, a edificação de tais valores se acentua quando o indivíduo se depara com vivências de outros, como as dos colegas da escola.

    Perante conflitos de valores a “sociedade cria códigos morais, para tornar a convivência possível”, acrescentou. Em sua fala, Ayer trouxe ainda marcos históricos, como o Código de Nuremberg – conjunto de preceitos éticos surgidos como reação a situações nefastas ocorridas na 2ª Guerra Mundial, em especial, pesquisas envolvendo seres humanos –  e dados sobre o início da Bioética, “que surgiu pela necessidade de criarem-se limites ao desenvolvimento científico e tecnológico e suas consequências”.

    Ao final, os alunos debateram sobre temas persistentes como quando começa a vida? e aborto. 

     

    Texto: Centro de Bioética do Cremesp

    Foto: Gabriela Miranda

     

    Tags: bioéticaéticaestudantespalestraencontroensino médio.

    ESTA MATÉRIA AINDA NÃO FOI COMENTADA:

    Deixe o seu comentário

        Dê sua opinião sobre a matéria acima em até mil caracteres. Não serão publicados  textos ofensivos a pessoas ou instituições, que configurem crime, apresentem conteúdo obsceno, sejam de origem duvidosa, tenham finalidade comercial ou sugiram links, entre outros.  Os textos serão submetidos à aprovação antes da publicação, respeitando-se a jornada de trabalho da comissão de avaliação (horário de funcionamento do Cremesp, de segunda à sexta-feira, das 9 às 18 horas). O Cremesp reserva-se o direito de editar os comentários para correção ortográfica.  Os  usuários deste site estão sujeitos à política de uso do Portal do Cremesp e se comprometem a respeitar o seu Código de Conduta On-line.

    De acordo.


    Este conteúdo teve 227 acessos.


    CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
    CNPJ: 63.106.843/0001-97

    Sede - Consolação: Rua da Consolação, 753
    Centro - São Paulo/SP - 01301-910

    Sede - Luís Coelho: Rua Luís Coelho, 26
    Consolação - São Paulo/SP - 01309-900

    Subsede - Vila Mariana: Rua Domingos de Moraes, 1810
    Vila Mariana – São Paulo/SP - 04010-200

    CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
    (11) 5908-5600 (de segunda a sexta feira, das 8h às 20h)

    HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
    De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h


    ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS

    CONTATOS

    Regionais do Cremesp:

    Conselhos de Medicina:


    © 2001-2017 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 136 usuários on-line - 227
    Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior