Busca
Classificação de assuntos:

Pesquisa por palavra-chave:


Últimas Notícias
  • 15-09-2021
    Evento online
    Cremesp debate “Teleconsulta e Segurança do Paciente”
  • 08-09-2021
    Dia do Médico
    Cremesp convida médicos a enviarem depoimentos com o tema “aprendizados da pandemia"
  • 02-09-2021
    Defesa do ato médico
    Cremesp discute riscos da invasão da Medicina por profissionais sem habilitação durante Fórum sobre Impactos e Complicações em Procedimentos Estéticos
  • 01-09-2021
    Ética
    Cremesp conquista selo de participante do Programa Nacional de Prevenção à Corrupção
  • Notícias


    20-05-2021

    Submeta seu manuscrito

    JMRR, primeira revista científica do Cremesp, é oficialmente lançada e conta com a participação de residentes de todo País

    A defesa da ciência é um dos principais pilares que alicerçam o Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) e, nesta quarta-feira (19/5), a autarquia deu mais um importante passo rumo à disseminação de conteúdos técnicos e qualificados, com o lançamento de sua primeira revista científica, a Journal of Medical Resident Research (JMRR), já disponível no site jmrr.cremesp.org.br

    A publicação bilíngue, fruto de um árduo e contínuo trabalho de 2 anos, possui versão impressa e online e é composta por artigos produzidos por médicos residentes e em início de carreira, de diversos locais do País. A nova revista tem como objetivo fornecer uma oportunidade a esses médicos de ingressarem no universo da pesquisa acadêmica. tendo seus trabalhos reproduzidos por uma revista de extremo rigor — algo que, até então, parecia muito distante e, até mesmo, intangível, como os próprios autores reiteraram durante o cerimônia de lançamento.

    A evento ocorreu de modo híbrido e contou com a participação da presidente do Cremesp, Irene Abramovich; do 1º secretário, Angelo Vattimo; do coordenador da Assessoria de Comunicação e editor-chefe da JMRR, Edoardo Vattimo, e da jornalista e editora executiva, Concília Ortona. Em paralelo, de forma online, estiveram presentes o editor associado, Douglas Kamei, o editor emérito, João Carlos Simões, e o presidente da Associação Nacional dos Médicos Residentes (ANRM), Vinícius Benetti Miola, além dos autores correspondentes dos artigos. Por questões pessoais, o também editor associado, Gabriel Romero Liguori, não pôde comparecer.

    "A ética não se desvincula da ciência"

    Edoardo iniciou o evento reforçando que o objetivo principal da revista é disseminar amplamente o conhecimento científico, de modo que o mesmo tenha abrangência não só nacional, como internacional. "A JMRR não é apenas voltada aos médicos residentes, mas tem este enfoque particular porque queremos que estes profissionais tenham como começar a carreira acadêmica, sem perder o rigor científico", expôs, afirmado, também, que o Cremesp visa uma futura indexação da publicação, criada com o intuito de ser um projeto bem consolidado.

    Em sequência, Concília agradeceu a oportunidade de auxiliar na revisão dos artigos e na edição e ressaltou que todo o processo foi conduzido criteriosamente, apesar das eventuais intercorrências. "Foi um trabalho desafiador... tivemos que lidar com alguns problemas operacionais, em decorrência da pandemia, mas todos os grupos de médicos se dedicaram e passaram no processo de submissão, sendo sempre muito compreensivos".

    A fala da jornalista foi corroborada por Douglas, que contou brevemente a história do surgimento da JMRR, mencionando que a mesma nasceu em Curitiba como "Revista do Médico Residente" e que a decisão do Conselho em reproduzi-la e aperfeiçoá-la trouxe maior projeção à publicação. Segundo o editor associado, o intuito da ação permanece o mesmo: incentivar e disseminar a produção de conteúdos científicos e, assim, contribuir com a boa Medicina.

    "Esse projeto foi e é muito importante para os residentes, principalmente porque um órgão como o Cremesp o amparou e abraçou", ressaltou Simões. O editor emérito ratificou a importância da revista para os residentes e disse acreditar que a publicação terá um alcance cada vez maior, devido à sua qualidade e rigor.

    A mesma expectativa tem Angelo, que vê a concretização do projeto como uma importante  devolutiva que a atual gestão do Cremesp se propôs a dar à classe médica. “Continuamos nossas funções fiscalizadoras e cartoriais, mas temos que nos dedicar, também, ao aspecto científico, que é o que alicerça a boa prática médica, a qual defendemos", afirmou, dizendo que a publicação não pertence apenas à autarquia, mas sim, à Medicina brasileira.

    Já Vinícius reiterou que a ANRM continuará colaborando com o Conselho e auxiliando na divulgação da JMRR e assegurou que a mesma é de extrema relevância para o cenário médico, além de ser um importante meio de publicação para os residentes.

    Para finalizar as considerações dos membros da mesa de abertura, Irene elogiou a revista, destacando que é de altíssimo padrão, tanto em relação ao conteúdo, quanto à parte gráfica. "Com a JMRR, estamos mostrando o que é ciência. O Cremesp tem uma grande preocupação com a ética, mas a ética não se desvincula da ciência, elas estão ligadas, e tenho certeza que esta publicação será um importante canal de comunicação com os residentes".

    Submissão de manuscritos

    A versão online da JMRR, que está integralmente disponível no site jmrr.cremesp.org.br , engloba diferentes âmbitos do universo médico, tendo grande dinamismo e se mostrando rica em todos seus aspectos. A primeira edição conta com 5 artigos, redigidos por diversos grupos de residentes do País, vindos de locais como Amazonas, Rio de Janeiro e Paraná, demonstrando uma importante pluralidade de abordagens e visões.

    Os autores correspondentes, eleitos para representar os membros de seus grupos, expuseram brevemente seus artigos aos espectadores. O primeiro a se apresentar foi João Henrique Almeida Costa, que discorreu sobre o "Perfil dos pacientes submetidos ao tratamento cirúrgico para fraturas do fêmur e seu impacto econômico na saúde pública do Estado de São Paulo"; depois, Luciana Thurler Tedeschi falou sobre a "Avaliação da liga de trauma, reanimação e emergência na percepção dos estudantes", seguida por Lilian Dias dos Santos Alves, que expôs o trabalho relativo à "Avaliação do risco de suicídio em acadêmicos de Medicina". Por fim, Amanda da Silva Anjos introduziu sua experiência de produção referente ao "Leiomiossarcomaa de bexiga: um relato de caso".

    Em decorrência da impossibilidade de participação dos autores de "Comparação entre o uso de drenos suctores e suturas de adesão na correção de hérnias incisionais", Edoardo realizou uma breve explicação sobre o artigo e o transmitiu para o público. 

    Vale lembrar que os interessados em participar da segunda edição da JMRR já podem se inteirar sobre os critérios e requisitos necessários para submissão de manuscritos, disponíveis em "Guia para autores", no site da revista.

    O Cremesp conta com o entusiasmo e disposição dos residentes para que possa continuar perpetuando e elaborando conteúdos técnicos e científicos de ponta, de modo a contribuir com a boa prática médica e com a carreira acadêmica destes médicos que se encontram no início de sua rica trajetória na Medicina e que são imprescindíveis para que a JMRR permaneça viva e em expansão.

    Acesse jmrr.cremesp.org.br
     

    Foto: Osmar Bustos


    Este conteúdo teve 1236 acessos.


    CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
    CNPJ: 63.106.843/0001-97

    Sede: Rua Frei Caneca, 1282
    Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

    CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
    (11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 8h às 20h)

    HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
    De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h

    CONTATOS

    Regionais do Cremesp:

    Conselhos de Medicina:


    © 2001-2021 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 138 usuários on-line - 1236
    Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior