Busca
Classificação de assuntos:

Pesquisa por palavra-chave:


Últimas Notícias
  • 18-01-2019
    Nota de pesar
    Falece o médico Moacir Parra, vítima da violência em São Paulo
  • 18-01-2019
    Doutoramento em Bioética
    Parceria do CFM com Universidade de Porto oferece bolsas para formados em Medicina
  • 18-01-2019
    Bioética
    Prazo de inscrições para bolsas do Cremesp voltadas a estudantes de Medicina se encerrará em 15 de fevereiro
  • 17-01-2019
    Anuidade 2019
    Empresas médicas têm até o dia 31 de janeiro para pagamento integral ou parcelado da Anuidade PJ
  • Notícias


    20-04-2018

    NOTA PÚBLICA

    Cremesp repudia norma da ANS que autoriza cobrança de franquia pelas operadoras de planos de saúde

     

    O Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) vem a público repudiar nova tentativa de prejudicar usuários de planos de saúde por parte da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Uma portaria da ANS, que deverá entrar em vigor no segundo semestre de 2018, permitirá às operadoras de planos de saúde cobrar dos usuários uma franquia, de valor equivalente ao da mensalidade, tratando a saúde como um produto comercial.

    O Cremesp não teve acesso ao teor completo da portaria, mas pelas informações divulgadas pela imprensa é possível observar que tanto pacientes quanto médicos serão prejudicados, pois custos adicionais podem limitar a realização de exames, podendo comprometer diagnósticos e tratamentos.       

     Esta atitude da ANS é uma grave ameaça à Saúde, representando um retrocesso aos direitos dos consumidores, assim como é a proposta desta mesma Agência de implantação dos planos de saúde sem garantia de cobertura integral, chamados de "baixa cobertura" ou ainda de "planos populares" que tem o claro objetivo de segmentação da assistência à saúde, condição esta rejeitada e regulamentada quando da promulgação da Lei 9656/98.      

     O Cremesp conclama a união das entidades médicas e da sociedade civil em amplo movimento de defesa dos pacientes e da autonomia profissional dos médicos, como garantia do acesso irrestrito a uma assistência digna. 


    Veja os comentários desta matéria


    Quando há lucro, não há desconto na mensalidade, muito pelo contrário, a tal inflamação médica consome os bolsos dos usuários de planos privados. Vejo como mais uma tentativa de manter a margem de lucro das operadoras, infelizmente. Há de se reforçar as auditorias nas contas, vislumbrando o custo e benefícios dos procedimentos de alto custo. Instituir protocolos de assistência coerentes com a realidade brasileira, ações de promoção a saúde e sua efetividade, etc.
    VANESSA LUQUE CAMARGO

    Deixe o seu comentário

        Dê sua opinião sobre a matéria acima em até mil caracteres. Não serão publicados  textos ofensivos a pessoas ou instituições, que configurem crime, apresentem conteúdo obsceno, sejam de origem duvidosa, tenham finalidade comercial ou sugiram links, entre outros.  Os textos serão submetidos à aprovação antes da publicação, respeitando-se a jornada de trabalho da comissão de avaliação (horário de funcionamento do Cremesp, de segunda à sexta-feira, das 9 às 18 horas). O Cremesp reserva-se o direito de editar os comentários para correção ortográfica.  Os  usuários deste site estão sujeitos à política de uso do Portal do Cremesp e se comprometem a respeitar o seu Código de Conduta On-line.

    De acordo.


    Este conteúdo teve 802 acessos.


    CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
    CNPJ: 63.106.843/0001-97

    Sede: Rua Frei Caneca, 1282
    Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

    Delegacia da Vila Mariana:
    Rua Domingos de Moraes, 2187 - cj. 223 - Edifício Xangai
    Vila Mariana – São Paulo/SP - CEP 04035-000

    CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
    (11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 8h às 20h)

    HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
    De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h


    CONTATOS

    Regionais do Cremesp:

    Conselhos de Medicina:


    © 2001-2019 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 173 usuários on-line - 802
    Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior