Busca
Classificação de assuntos:

Pesquisa por palavra-chave:


Últimas Notícias
  • 12-04-2021
    Nota de pesar
    Faleceu Francisco Álvaro Barbosa Costa, ex-presidente do CFM, de 1987 a 1989
  • 12-04-2021
    PRORROGAÇÃO
    Vencimento da Anuidade PF é prorrogado, conforme comunicou o CFM em 8/4
  • 09-04-2021
    Covid-19
    Vacinação no Cremesp continua na terça-feira (13/4), para médicos a partir dos 50 anos, com registro no município de SP
  • 08-04-2021
    Institucional
    Toma posse a nova diretoria do Cremesp
  • Notícias


    24-01-2017

    Crise na Saúde

    Cremesp intensificará fiscalização em hospitais no Interior do Estado

    A situação de médicos e profissionais de saúde que atuam nos hospitais da rede pública no Interior do Estado tem sido pauta constante de discussões no Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp). No último ano, foram recorrentes as denúncias de falta de pagamento de honorários, salários e vencimentos desses profissionais, prejudicando seu trabalho e penalizando a população.

    Diante do agravamento do quadro, o Cremesp intensificou a fiscalização nas unidades de saúde de diversos municípios e confirmou essa situação nos locais vistoriados. Cidades como Palmital, Marília, Leme, Santa Branca, São Roque, Sorocaba, Angatuba, Americana, Valinhos, Vinhedo, Sumaré, Nova Odessa, Itupeva, Itatiba, Campo Limpo Paulista, Miguelópolis, Igarapava, e agora Cosmópolis, entre outras, vivem situação crítica no que se refere  à remuneração dos médicos, o que reflete diretamente na qualidade da assistência e coloca a população em risco.

    "Essa crise decorre do subfinanciamento crônico do SUS, em que os gestores públicos, além de não fazerem os repasses devidos, ainda terceirizam, quarteirizam e até quinterizam os serviços, realizando muitas vezes contratos verbais para admissão de prestadores como pessoa jurídica, descaracterizando o vínculo empregatício e gerando insegurança e instabilidade ao profissional", destacou Lavínio Camarim, vice-presidente do Cremesp.

    O Cremesp continuará acompanhando a situação das unidades e as condições de trabalho dos médicos nessas e em outras regiões, ampliando e intensificando as fiscalizações, além de atuar como mediador entre os profissionais e hospitais, e cobrando do poder público a regularização nas relações de trabalho.

    "É preciso garantir ao médico o direito de exercer a profissão dignamente, com remuneração compatível e boas condições de trabalho, assegurando à população a adequada assistência em saúde que ela merece", completou Camarim.

     

    Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo
    11 de janeiro de 2017

    Tags: CremespfiscalizaçãoSão Paulointerior.

    ESTA MATÉRIA AINDA NÃO FOI COMENTADA:

    Deixe o seu comentário

        Dê sua opinião sobre a matéria acima em até mil caracteres. Não serão publicados  textos ofensivos a pessoas ou instituições, que configurem crime, apresentem conteúdo obsceno, sejam de origem duvidosa, tenham finalidade comercial ou sugiram links, entre outros.  Os textos serão submetidos à aprovação antes da publicação, respeitando-se a jornada de trabalho da comissão de avaliação (horário de funcionamento do Cremesp, de segunda à sexta-feira, das 9 às 18 horas). O Cremesp reserva-se o direito de editar os comentários para correção ortográfica.  Os  usuários deste site estão sujeitos à política de uso do Portal do Cremesp e se comprometem a respeitar o seu Código de Conduta On-line.

    De acordo.


    Este conteúdo teve 240 acessos.


    CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
    CNPJ: 63.106.843/0001-97

    Sede: Rua Frei Caneca, 1282
    Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

    CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
    (11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 8h às 20h)

    HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
    De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h

    CONTATOS

    Regionais do Cremesp:

    Conselhos de Medicina:


    © 2001-2021 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 302 usuários on-line - 240
    Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior