Busca
Classificação de assuntos:

Pesquisa por palavra-chave:


Últimas Notícias
  • 03-07-2020
    Nota de pesar
    Missa de 7º dia do médico Clovis Saverio de Luca será no dia 4 de julho, na capital paulista
  • 02-07-2020
    5Minute Consult
    Médicos de São Paulo terão acesso à plataforma de Medicina baseada em evidências
  • 02-07-2020
    Anuidade 2020
    Pessoas físicas podem efetuar pagamento integral ou parcelado em até 5 vezes com acréscimos legais
  • 30-06-2020
    Câmara dos Deputados
    Cremesp pede urgência na votação de PL que torna mais rígida pena por atos de violência contra médicos
  • Notícias


    25-07-2016

    Violência

    Cremesp e residentes discutem caminhos para o combate à violência nas escolas e no ambiente de trabalho


    Médicos reportaram também violência nas relações com
    coordenadores dos serviços médicos


     

    A violência que permeia as relações acadêmicas e o caminho para combatê-la foram temas de debate envolvendo residentes e membros da Câmara Temática Interdisciplinar sobre Violência nas Escolas Médicas (Camtivem) e da Câmara Temática do Médico Jovem do Cremesp, em 1º de julho, na subsede Vila Mariana do Conselho.

    “Queremos ouvir o que os residentes pensam a respeito da violência nas escolas e no ambiente de trabalho”, disse Kátia Burle dos Santos Guimarães, coordenadora da Camtivem e conselheira do Cremesp. Segundo ela, a criação de câmaras temáticas sobre a violência e o médico jovem revela a preocupação do Conselho pelo exercício profissional ético da Medicina. “Nada melhor do que cuidar, desde a época de formação, para que o estudante leve esses princípios para o campo profissional”, declarou.

    A plateia formada por residentes e membros de suas entidades representativas, entre elas a Associação Médica dos Médicos Residentes do Estado de São Paulo (Ameresp) e a Associação Nacional dos Médicos Residentes (ANMR), debateu sobre os tipos mais frequentes de violência, que se manifestam nas relações entre os estudantes de Medicina, entre eles, trotes, casos de assédio moral e sexual e os jogos Intermed. “Ao invés de congraçamento, o que temos assistido são momentos de violência”, afirmou Kátia.

     

    • Situações de assédio

    Os residentes observaram que é crescente os casos de violência nas relações com os coordenadores dos serviços médicos e os residentes, com relatos bastante graves de assédio moral e sexual.

    Kátia também lembrou os inúmeros casos de agressões contra os profissionais da saúde, conforme o Cremesp constatou por meio de pesquisa realizada no ano passado. “Temos visto aumentar a violência contra os médicos e os profissionais de saúde e, por isso, o Cremesp vem alertando a população, por meio de campanhas, para a conscientização da população”, afirmou.

     

    • Amplo debate

    Para o coordenador da Câmara Temática do Médico Jovem e conselheiro do Cremesp, Nívio Lemos Moreira Júnior, os encontros promovidos pelas câmaras permitem que as discussões sobre violência se ampliem para fora do Conselho, envolvendo tanto os residentes como os jovens médicos. “A questão da violência não pode ser debatida isoladamente, mas de forma integrada, entre médicos, estudantes e residentes, para criarmos uma cultura nova e agir preventivamente, sem ter de punir o colega por uma questão moral”, afirmou Nívio.

    Tags: violênciaacadêmicaestudantesegressostroteescolasambiente de trabalhoética.

    ESTA MATÉRIA AINDA NÃO FOI COMENTADA:

    Deixe o seu comentário

        Dê sua opinião sobre a matéria acima em até mil caracteres. Não serão publicados  textos ofensivos a pessoas ou instituições, que configurem crime, apresentem conteúdo obsceno, sejam de origem duvidosa, tenham finalidade comercial ou sugiram links, entre outros.  Os textos serão submetidos à aprovação antes da publicação, respeitando-se a jornada de trabalho da comissão de avaliação (horário de funcionamento do Cremesp, de segunda à sexta-feira, das 9 às 18 horas). O Cremesp reserva-se o direito de editar os comentários para correção ortográfica.  Os  usuários deste site estão sujeitos à política de uso do Portal do Cremesp e se comprometem a respeitar o seu Código de Conduta On-line.

    De acordo.


    Este conteúdo teve 420 acessos.


    CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
    CNPJ: 63.106.843/0001-97

    Sede: Rua Frei Caneca, 1282
    Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

    CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
    (11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 9h às 20h)

    HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
    De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h


    ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS


    CONTATOS

    Regionais do Cremesp:

    Conselhos de Medicina:


    © 2001-2020 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 112 usuários on-line - 420
    Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior