Busca
Classificação de assuntos:

Pesquisa por palavra-chave:


Últimas Notícias
  • 24-06-2024
    Evento
    Cremesp promove 1º Simpósio de Iniciação Científica para incentivo à pesquisa
  • 21-06-2024
    Vitória da Amdesp e da Ampetra
    Senatran revoga exigência de CNPJ para médicos e psicólogos credenciados junto ao órgão
  • 21-06-2024
    Fenol
    Cremesp ingressa na Justiça Federal e pede proibição da Anvisa para venda do produto a não médicos
  • 18-06-2024
    Araraquara
    Estudantes de Medicina da Uniara lotam auditório para assistir ao Conversa com o Cremesp
  • Notícias


    18-08-2014

    Folha de S.Paulo

    Saúde complicada

    Saúde complicada

    Não é de hoje que os planos de saúde figuram entre os campeões de queixas nas listas do Instituto de Defesa do Consumidor (Idec) e da Fundação Procon.
    A maior parte das reclamações, que lamentavelmente se repetem a cada ano, diz respeito à rescisão ou alteração de contratos, à cobertura de exames ou internações e aos reajustes impostos aos clientes por alteração de faixa etária.
    Em que pesem os aperfeiçoamentos da legislação e a atuação da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), as dificuldades permanecem. Uma evidência desse quadro é a suspensão das vendas de 123 planos oferecidos por 28 operadoras, determinada pela agência desde sábado.
    Os atingidos desrespeitaram prazos máximos de atendimento aos segurados e furtaram-se, indevidamente, a liberar coberturas. A suspensão, como já ocorreu em outras ocasiões, tem por objetivo bloquear novos contratos, na expectativa de que as companhias punidas passem a atender regularmente os atuais consumidores, que chegam a cerca de 1 milhão.
    Pouco antes de a ANS anunciar a sanção, reportagem desta Folha revelou mais um procedimento irregular --e perverso-- adotado por alguns planos. Ao menos 5 das 20 maiores empresas que prestam serviços na cidade de São Paulo submetem pessoas idosas a uma triagem, após a qual algumas serão aceitas, e outras, rejeitadas.
    Sob o enganoso nome de "entrevista qualificada", os candidatos são submetidos a exames médicos que servem de base para a seleção. Segundo a ANS, a exigência legal resume-se, no momento da contratação, ao preenchimento de uma declaração de saúde, na qual devem constar doença ou lesão preexistentes.
    A entrevista é, na realidade, um direito do consumidor, caso precise de orientação para concluir o documento. As normas em vigor impedem que o acesso seja negado com base em idade, condição de saúde ou deficiência.
    Os idosos enfrentam também obstáculos de ordem financeira para aderir aos planos, que cobram preços maiores dessa faixa etária.
    Sabe-se que as operadoras são entidades que não atuam no mercado a título de filantropia. O lucro é parte da atividade.
    É imperativo, porém, que se respeitem os direitos dos segurados e daqueles que buscam os serviços oferecidos pela esfera privada --premidos pelas conhecidas deficiências do sistema público de saúde. Subterfúgios e artifícios com vistas a burlar a legislação não podem ser tolerados.

    Originalmente publicado como Editorial, no jornal  Folha de S. Paulo, 18 de agosto de 2014

     

    Tags: PlanosSaúdepesquisaDatafolha.

    ESTA MATÉRIA AINDA NÃO FOI COMENTADA:

    Deixe o seu comentário

        Dê sua opinião sobre a matéria acima em até mil caracteres. Não serão publicados  textos ofensivos a pessoas ou instituições, que configurem crime, apresentem conteúdo obsceno, sejam de origem duvidosa, tenham finalidade comercial ou sugiram links, entre outros.  Os textos serão submetidos à aprovação antes da publicação, respeitando-se a jornada de trabalho da comissão de avaliação (horário de funcionamento do Cremesp, de segunda à sexta-feira, das 9 às 18 horas). O Cremesp reserva-se o direito de editar os comentários para correção ortográfica.  Os  usuários deste site estão sujeitos à política de uso do Portal do Cremesp e se comprometem a respeitar o seu Código de Conduta On-line.

    De acordo.


    Este conteúdo teve 310 acessos.


    CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
    CNPJ: 63.106.843/0001-97

    Sede: Rua Frei Caneca, 1282
    Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

    CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
    (11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 8h às 20h)

    HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
    De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h

    CONTATOS

    Regionais do Cremesp:

    Conselhos de Medicina:


    © 2001-2024 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 732 usuários on-line - 310
    Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior

    O CREMESP utiliza cookies, armazenados apenas em caráter temporário, a fim de obter estatísticas para aprimorar a experiência do usuário. A navegação no site implica concordância com esse procedimento, em linha com a Política de Cookies do CREMESP. Saiba mais em nossa Política de Privacidade e Proteção de Dados.