Busca
Classificação de assuntos:

Pesquisa por palavra-chave:


Últimas Notícias
  • 17-09-2014
    Pesquisa do Cremesp
    Conselho quer ouvir médicos de SP para melhorar a comunicação e o relacionamento com os colegas
  • 17-09-2014
    Emergência
    Resoluções do CFM estabelecem diretrizes para otimizar o atendimento da população em PSs e UPAs
  • 17-09-2014
    Saúde suplementar
    Relação contratual com operadoras sem registro ativo ou cancelado constitui atividade irregular
  • 17-09-2014
    Registro
    Cremesp informa sobre atrasos ocorridos na devolução de documentação e diplomas
  • Notícias


    Enviar este link por e-mail
    04-09-2012

    Paralisação

    Em protesto contra baixos honorários e pressões, médicos paulistas suspendem o atendimento a operadoras de saúde neste 6/09


    Médicos dão "cartão vermelho" a planos de saúde durante grande reunião (9/08) que decidiu pela paralisação     

    Os  médicos do Estado de São Paulo suspendem por 24 horas o atendimento eletivo aos usuários de todos os planos e seguros de saúde, nesta quinta-feira, 6 de setembro, em protesto contra os baixos valores pagos por consultas e procedimentos. Os  atendimentos de urgência e emergência serão mantidos aos pacientes. O Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp), em conjunto com as principais entidades médicas estaduais, apoia  e participa da coordenação do movimento, que também programou outras ações para a mesma semana.  

    Neste 5 de setembro, os profissionais  fizeram um ATO DE CIDADANIA, saindo em passeata da sede da APM até a Câmara Municipal de São Paulo, trajadas de verde em alusão à Semana da Pátria. No mesmo dia, às 10 horas, foram apresentados dados sobre a saúde suplementar em entrevista coletiva à imprensa, também na sede da APM.

    Após diversas rodadas de negociação com as operadoras e seguradoras, a categoria ainda não teve atendida a sua pauta de reivindicações, que incluem consulta a no mínimo R$ 80, procedimentos remunerados conforme a Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos (CBHPM) e inclusão de índice de reajuste nos contratos. Além disso, os médicos querem o fim de práticas de risco à saúde dos pacientes que visam diminuir custos – como pressões e obstáculos para reduzir exames, internações e outros procedimentos. 

    Além do Cremesp e da APM, também participam da coordenação do movimento os sindicatos dos médicos do Estado de São Paulo, as sociedades de especialidades e a Academia de Medicina de São Paulo. A  paralisação foi decidida em uma grande assembleia realizada na Capital em  9 de agosto, ocasião em que foi apresentado e discutido o balanço de negociação com operadoras de planos e seguros de saúde.           


    Reunião em 29/08 que definiu o programa  de mobilização dos
    médicos teve a participação do diretor do Cremesp, João Ladislau (ao microfone)


    Em 28 de agosto, as principais lideranças médicas de São Paulo se reuniram , na sede da APM, para acertar os detalhes da mobilização na Semada da Pátria. O diretor de Comunicação, João Ladislau Rosa, representou o Cremesp no encontro. A reunião também contou com a participação do presidente da APM, Florisval Meinão; do presidente do Sindicato dos Médicos de São Paulo, Cid Carvalhaes; do coordenador de Saúde Suplementar do Sindhosp, Danilo Bernik; e dos diretores de Defesa Profissional da APM,  João Sobreira de Moura Neto e Marun David Cury, entre outros. 

    As entidades médicas paulistas recomendam que os profissionais participem do movimento e acompanhem as notícias sobre as mobilizações em seus sites.  


    Protesto contra os baixos honorários pagos por planos e operadoras de saúde

    Suspensão do atendimento eletivo aos planos de saúde
    6 de setembro de 2012
    Urgências e emergências estarão garantidas


    Veja também:
    Protesto
    Na véspera da suspensão do atendimento a planos de saúde, médicos fazem passeata na Capital paulista

    Fonte:  Cremesp/APM


    Tags: paralisaçãomédicosplanosoperadorassaúdeCremespAPMhonorários.

    ESTA MATÉRIA AINDA NÃO FOI COMENTADA:

    Deixe o seu comentário

        Dê sua opinião sobre a matéria acima em até mil caracteres. Não serão publicados  textos ofensivos a pessoas ou instituições, que configurem crime, apresentem conteúdo obsceno, sejam de origem duvidosa, tenham finalidade comercial ou sugiram links, entre outros.  Os textos serão submetidos à aprovação antes da publicação, respeitando-se a jornada de trabalho da comissão de avaliação (horário de funcionamento do Cremesp, de segunda à sexta-feira, das 9 às 18 horas). O Cremesp reserva-se o direito de editar os comentários para correção ortográfica.  Os  usuários deste site estão sujeitos à política de uso do Portal do Cremesp e se comprometem a respeitar o seu Código de Conduta On-line.

    De acordo.


    Este conteúdo teve 55 acessos.

    CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
    CNPJ: 63.106.843/0001-97

    Sede: Rua da Consolação, 753
    Centro - São Paulo/SP - 01301-910

    Sub-sede: Rua Domingos de Moraes, 1810
    Vila Mariana – São Paulo/SP - 04010-200

    CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
    (11) 5908-5600 das 8h às 20h

    HORÁRIO DE EXPEDIENTE
    Consolação e Vila Mariana - das 9h às 18h

     

     

     

    Rede dos conselhos de medicina:
    © 2001-2014 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 65 usuários on-line - 55