Busca
Classificação de assuntos:

Pesquisa por palavra-chave:


Últimas Notícias
  • 20-09-2017
    Medicina Esportiva
    Câmara Técnica de Medicina do Esporte reforça a importância do cumprimento de regulamentação da área
  • 20-09-2017
    Evento
    5º Congresso Brasileiro Médico Jurídico promove diálogo entre o Poder Judiciário e a Saúde
  • 19-09-2017
    Lançamento
    Ex-presidente do Cremesp, Isac Jorge Filho, lança livro “Bioética – Fundamentos e Reflexões”
  • 19-09-2017
    Palestra
    Cremesp participa de evento sobre Judicialização da Saúde
  • Notícias


    20-09-2017

    Parceria

    Cremesp e Amem se unem pelo fim da violência contra médicos e profissionais da saúde

    Os presidentes do Cremesp, Lavínio Nilton Camarim, e da Associação de Médicos Maçons (Amem), Alfredo Roberto Netto, selaram, nesta terça-feira (19/09), uma parceria para apoiar o Projeto de Lei (PL) que visa à proteção do médico e outros profissionais da saúde contra diversas formas de violência, caracterizadas por ameaças, agressões verbais e físicas e, até mesmo, homicídios.

    O PL, do deputado federal Antonio Goulart dos Reis, pede a alteração do Decreto-Lei nº 2.848 de 1940, pelo aumento da pena de 1/3 para lesões corporais praticadas contra médicos e demais profissionais da saúde no exercício de sua função, e está atualmente em tramitação final na Câmara dos Deputados. Em seguida, o projeto deve seguir para aprovação do Senado Federal.

    Para o presidente do Cremesp, o Projeto de Lei representa a retomada de uma das campanhas que o Cremesp se compromete e vem lutando há anos. “Além de ser um grande avanço no sentido da proteção e acolhimento dos médicos e profissionais da saúde, que são os principais alvos nas portas de prontos-socorros e outros atendimentos emergenciais, o PL busca um maior amparo dos profissionais frente às questões judiciais”, explica Camarim.

    A violência contra os profissionais da saúde decorre, muitas vezes, da falta de estrutura, insumos, equipamentos e materiais nas redes hospitalares, e os médicos acabam recebendo as consequências disso. Para Alfredo Roberto, presidente da Amem, o PL é vital para a diminuição de ações violentas e uma mudança de atitude da sociedade.

    A proposta surge frente ao aumento da violência contra médicos e demais profissionais da saúde em hospitais e postos de saúde em todo o País. Apenas em São Paulo, 17% dos médicos ouvidos pelo Datafolha afirmaram terem sido vítimas de agressão, sendo 84% agredidos verbalmente e 80% por agressões psicológicas. Além disso, 47% dos médicos participantes relataram conhecer um colega que enfrentou algum tipo de violência.

     

    Violência não resolve

    “Tudo que vem em defesa do profissional da saúde, que muitas vezes encontra-se vulnerável para um bom atendimento diante das faltas de condições de trabalho adequadas, deve ser considerado como um avanço para o melhor atendimento da população”, explica Jarbas Simas, delegado do Cremesp e membro da diretoria da Amem.

    Frente às denúncias de violência, o Cremesp, em parceria com o Conselho Regional de Enfermagem (Coren-SP), criou em 2015 um grupo de combate à violência contra médicos e enfermeiros do Estado. Preocupado ainda com a situação dos profissionais da saúde, o Cremesp já havia lançado anteriormente a campanha Violência Não Resolve. (https://goo.gl/Svmn5b). 

    Em sondagem realizada entre janeiro e fevereiro de 2017, com a participação de médicos, enfermeiros, auxiliares e técnicos de enfermagem, foi demonstrado que os profissionais têm sido vítimas constantes de agressões físicas e psicológicas em postos, hospitais e outras unidades de saúde do Estado de São Paulo, públicos e privados. Confira os resultados da pesquisa.

    Foto: Osmar Bustos


    Este conteúdo teve 3 acessos.


    CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
    CNPJ: 63.106.843/0001-97

    Sede - Luís Coelho: Rua Luís Coelho, 26
    Consolação - São Paulo/SP - 01309-900

    Subsede - Vila Mariana: Rua Domingos de Moraes, 1810
    Vila Mariana – São Paulo/SP - 04010-200

    Sede - Consolação: Rua da Consolação, 753
    (Sem atendimento ao público)
    Centro - São Paulo/SP - 01301-910

    CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
    (11) 5908-5600 (de segunda a sexta feira, das 8h às 20h)

    HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
    De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h


    ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS

    CONTATOS

    Regionais do Cremesp:

    Conselhos de Medicina:


    © 2001-2017 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 324 usuários on-line - 3
    Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior