Busca:

Palavra-chave:

TODOS OS SAÚDE EM PAUTA

ÚLTIMOS SAÚDE EM PAUTA

  • 14-09-2017
    Fibromialgia
    Doença crônica pode ser controlada para melhor qualidade de vida
  • 12-09-2017
    Sepse
    Dia 13 de setembro marca o combate e prevenção à Sepse
  • 21-08-2017
    Prevenção
    Saúde amplia vacinação de HPV para homens e mulheres até 26 anos
  • 09-08-2017
    Tabaco
    Hábito de fumar causa seis milhões de mortes em todo o mundo

Saúde em pauta



Fibrose cística


O mês de setembro celebra o Dia Nacional de Conscientização e Divulgação da doença

A Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT) adotou o dia 5 de setembro para conscientizar e divulgar a fibrose cística. A doença não tem cura, mas o diagnóstico precoce pode oferecer qualidade de vida e maior sobrevida aos pacientes. No entanto, muitas vezes, o tratamento é inviabilizado pelo desconhecimento da doença.

Calcula-se que uma em cada 25 pessoas seja portadora assintomática do gene para a doença, que é menos frequente em negros e asiáticos. No Brasil, existe cerca de 3,2 mil pacientes em acompanhamento, sendo mais de 40% adultos, mas a estimativa é que haja 8 mil pacientes com a doença no país. A sobrevida prolongada, em média até os 38 anos de idade, só é possível por meio de um tratamento multidisciplinar.


A doença

A fibrose cística, também conhecida como mucoviscidose, é uma doença genética, hereditária, autossômica e recessiva, ou seja, passa de pai/mãe para filho. Sua principal característica é o acúmulo de secreções mais densas e pegajosas nos pulmões, no trato digestivo e em outras áreas do corpo, o que acarreta obstrução dos tubos, ductos e canais do corpo.

O diagnóstico precoce, realizado com o Teste do Pezinho, ajuda a conter os sintomas da doença. O Teste do Pezinho deve ser feito entre o 3º e 5º dia após o nascimento da criança. O exame é simples, realizado com a coleta de gotinhas de sangue do calcanhar do recém-nascido.

Os pacientes com fibrose cística são tratados com acompanhamento médico regular, suporte dietético, utilização de enzimas pancreáticas, suplementação vitamínica (vitaminas A, D, E, K) e fisioterapia respiratória. Além do esquema vacinal habitual, as crianças devem receber também imunização complementar específica.

O tratamento é realizado com uma equipe composta por profissionais de saúde de várias especialidades, como médicos (geralmente pneumologista e gastroenterologista), enfermeiros, psicólogos, fisioterapeutas, nutricionistas.


Tags: fibrose cística.



Este conteúdo teve 198 acessos.


CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
CNPJ: 63.106.843/0001-97

Sede - Luís Coelho: Rua Luís Coelho, 26
Consolação - São Paulo/SP - 01309-900

Subsede - Vila Mariana: Rua Domingos de Moraes, 1810
Vila Mariana – São Paulo/SP - 04010-200

Sede - Consolação: Rua da Consolação, 753
(Sem atendimento ao público)
Centro - São Paulo/SP - 01301-910

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
(11) 5908-5600 (de segunda a sexta feira, das 8h às 20h)

HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h


ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS

CONTATOS

Regionais do Cremesp:

Conselhos de Medicina:


© 2001-2017 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 181 usuários on-line - 198
Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior